2.5.09

E os outros feios que não cantam?

Nestas últimas semanas o mundo da internet foi impactado com a Susan Boyle e sua maravilhosa voz cantando “I dreamed a dream”, surpreendendo mais uma vez os jurados do programa britânico Ídolos. Não foi a primeira vez que o programa usa um vídeo viral onde os jurados menosprezam o cantor por sua aparência e depois são surpreendidos pela apresentação, isso aconteceu com Paul Potts com mais de 30 milhões de views na net.
[Pode clicar na foto para ver o vídeo]

Fiquei emocionado com a Susan, assim como fiquei um ano atrás com o Paul, mas a pergunta que ficou no meu coração é: e os outros feios que não cantam?

Ta bom, eu sei que beleza é relativa, e graças a Deus por isso! Mas é lógico que estes vídeos só fizeram sucesso porque os dois participantes eram considerados de má aparência pela maioria.

Ficamos encantados com a voz deles e com as reações dos jurados, da platéia e até a nossa. Mas e os considerados feios por nossa sociedade que não cantam, não lêem, não conseguem passar um dia sequer sóbrios, as que vendem seu corpo?

Essas pessoas não vão nos surpreender e nos arrepiar nunca! Pois não tem nada de valor para oferecer, são pobres de espírito! São desprovidos de qualquer coisa que NÓS valorizamos!

E quando nós nos sentimos assim, desvalorizados e sem valor? Quando, ao contrário deles dois, desafinamos na vida quando não podíamos e somos rejeitados por todos.

Como é bom ouvir as palavras do mestre que diz: Bem aventurado são vocês que não tem nada de valor para o mundo. Pois mesmo vocês sendo assim provocam suspiros em meu Ser, e estarão comigo no meu reino. (Mt.5:3)

É tão bom saber que Deus nos ama simplesmente por sermos quem somos e não por habilidades ou posses.

Quando entendemos este amor e simplesmente agradecemos ao Pai, Ele, jurados dos jurados, se levanta e nos aplaude de pé, pois chegamos ao palco onde a única exigência é sermos nós mesmos, adoradores. Nada mais, nada menos!

8 comentários:

  1. Valeu pelo texto, Marcos!
    Também me emocionei com o vídeo, mas fiquei inquieto com a situação. Cheguei até mesmo a me perguntar se não foi combinado...rs
    Obrigado por nos lembrar da lógica contracultural do nosso Senhor Jesus! Abração!

    ResponderExcluir
  2. A reação dos jurados foi uma armação, mas a do público não. O público é formado em sua maioria por pessoas mais jovens e por isso não devem lembrar da Susan em uma outra competição de 1984.
    Mas o Marcos chamou a atenção para o avesso da cena: E os que, como eu, não tem talento musical?
    A sociedade cada vez mais despreza a verdade essencial de cada ser, para focar apenas nas coisas acidentais.

    ResponderExcluir
  3. Eu tb percebi isso... apesar de achar q ela merece ficar famosa... melhor do q os bonitões sem conteúdo q a mídia nos empurra. Ta na cara q é uma estratégia de marketing... de repente surgiram videos jurássicos da Susan... além de ser a mesma estratégia utilizada com mtos outros candidatos como o Paul ou até o Cas Haley que foi tido como um "nerd praiano" e quando abriu a boca todo mundo se emocionou.

    ResponderExcluir
  4. Como todo mundo fiquei emocionado com a Susan.

    Mas confesso a minha inquietação quanto aqueles que "são nada" no palco da vida e das estrelas e luzes da mídia.

    O que falar daqueles que nunca serão entrevistados no programa Amaury Jr, Hebe, Gugu, Faustão...dos que nunca serão capa de caras...nem serão super pop?


    O que falar daqueles verdadeiros discípulos de Jesus que nunca estarão diante do trono das luzes gospel, e nunca vão trazer a arca do sucesso e da fama, nem serão apascentados com elogios das multidões?

    O que dizer dos anônimos que não tem dons e talentos em cima dos palcos, púlpitos e telas da cultura evangélica?

    Ainda bem que o padrão e o critério do Reino de Deus são extremamente contra-cultura pós-moderna, mundana e evangélica.

    Ainda bem pelo bem da graça, que somos aceitos do jeito que somos...

    Ainda bem que tem gente que ainda pensa como você, Marcos...

    Ainda bem que beleza é relativa...

    Ainda bem que casei e minha esposa me acha bonito...

    Ainda bem que, se eu casei, é possível vc casar, Marcos...rsrsrrsskkkk

    Ainda bem que a Nathy te acha bunitinhuuu...rsrrs


    Grande abraço, Marcãooo

    Valeu pelo Texto

    Em Cristo, que oferece o seu Reino aos feios de espírito

    ResponderExcluir
  5. Prezados,
    um amigo meu produziu um site que se impõem como um Guia de Empresários Cristãos, Curso Crown (Finança Cristã). É isso mesmo! Depois das conferências empresárias cristãs, precisávamos do nosso catálogo on-line. E ele está aqui. A inclusão dos seus dados é gratuita.

    Só pra você sentir a solução que isso traz te dou um caso muito comum nas igrejas: pessoas que precisam de psicólogos cristãos e não conseguem achar. Muitos ministérios têm Aconselhamento com profissionais que fazem o serviço de graça, para os irmãos. Mas sempre a agenda deles é cheia. Com esse catálogo, fica fácil achar esse tipo de profissional cristão.

    Outra coisa que me vem a mente são as escolas cristãs de ensino fundamental e médio, estúdios de gravação e ensaio para grupos de louvor, sonorização, DJ's cristãos, Jogo de Luzes para igrejas e acampamentos, dentre outros.

    É uma ótima pedida. Segue o link: www.rabbi.com.br
    Com certeza, por lá você vai se deparar com prestadores de serviços e empresários filiados a
    ASPEC (Associação de Profissionais e Empresários Cristãos) e os Empreendedores em Cristo, além de profissionais e estabelecimentos não conveniados a essas grandes redes.
    O Rabbi é mais um guia/lista do que uma associação. Não confunda, ok?
    E adicione ao seu "favoritos". No primeiro dia on-line, o site já teve 150 cadastros. E os idealizadores nem entraram pesado com divulgação ainda. Não fique de fora.
    Graça e Paz do Senhor

    ResponderExcluir
  6. Massa esse artigo, o interessante é que Jesus sempre vai na contra-mão do mundo... O que não é tão interessante e talvez nem atraente, as vezes para nós, pecadores e carnais é que temos que ser iguais a Ele... esse é o desafio... Valew, Deus continue te abençoando.

    ResponderExcluir
  7. No meu blog fiz um post sobre Susan, e repito aqui o comentário de uma grande amiga: E quantas vezes "compramos" pela aparência e depois não aguentamos o "desafino" ??

    Pois Deus aguenta nosso desafino. Mesmo que não tenhamos a aparencia. Obrigada por me fazer refletir sob essa ótica.

    Tássya, de Goiania

    ResponderExcluir
  8. "Estou batendo palmas para o seu texto cara" me arremete a pensar não só nas pessoas feias..pq sempre fui feio kkkk e sempre estive no centro das atenções.mas isso por causa que sempre fui extrovertido cara de pau etc...vejo hoje na igreja muitos jovens que se sentem patinhos feios mas por causa de frustações derrotas e palavras malditas ditas a eles..e o pior de tudo eles acreditaram...o que precisamos é de estratégias para lapidar estes talentos e colocar eles no centro da vontade de Deus,uma coisa que vejo que atrapalha são as panelinhas que ditam modas e trejeitos dentro da igreja ao invés de ter a idéia de união....

    ResponderExcluir